HomePsicólogosEmpresasPreçoBlogContato
Login
Como cuidar da sanidade mental

Como cuidar da sanidade mental

Hoje em dia, diferentes pessoas acreditam que a sua saúde mental está comprometida e não tem como cuidar da sanidade mental. Isto se deve ao fato de que muitos desafios e empecilhos são encontrados na rotina de cada pessoa e não é sempre que eles são resolvidos com facilidade. Cada indivíduo possui suas particularidades e, consequentemente, problemas diferentes uns dos outros, porém a carga atribuída mentalmente é prejudicial para todos. 

As expectativas profissionais, carga de trabalho ou estudos podem pesar sobre os ombros, principalmente, quando se espera que sejamos rápidos, perfeitos, produtivos, comunicativos e coesos o tempo todo para estar de acordo com os requisitos do ambiente ao qual estamos inseridos. Para que o cenário fique ainda mais exaustivo, há cobrança para que sejamos presentes, compassivos, compreensivos e amigáveis. 

Tudo isso gera ansiedade e outros sentimentos que não são saudáveis, fazendo jus a todos os critérios aos quais nos são impostos. Além de todas as obrigações rotineiras, não se pode esquecer que também existe a enorme carga de informações dos meios de comunicações, seja na televisão, redes sociais, áudios, vídeos, dentre outros locais que, muitas vezes, são desgastantes e conflituosos.

Mesmo após um dia cheio ou em um dia de descanso em casa, a mente não consegue se desligar e descansar de forma plena, pois ela fica o tempo todo trabalhando, absorvendo as informações à nossa volta, se forçando a tirar conclusões sobre temas que não nos dizem respeito e, com isso, o bem-estar e saúde mental é completamente afetado. 

O processo de perceber que o psicológico está sendo afetado em virtude destes problemas é lento, muitas vezes, as pessoas se negam a acreditar que estão sendo abaladas. Entretanto, pouco a pouco, vão-se percebendo problemas emocionais que antes não existiam e agora se fazem presentes em sua rotina. Por isso, é tão importante o cuidado e atenção com a saúde mental.

Veja também – Por que a Terapia Online tem sido uma Ótima Alternativa?

sanidade-mental

Importância de cuidar da saúde mental 

A maioria das pessoas não se lembram quando foi a última vez que se permitiram ficar em paz, sem se preocupar com estudos ou trabalho, com os problemas de relacionamento ou familiares e seus afazeres do próximo dia. São poucos que conseguem parar, respirar e refletir sobre como está a saúde mental, já que ainda existem muitos estigmas sociais sobre tirar um tempo para cuidar de nós mesmos. 

Ainda que a concepção geral tenha melhorado bastante devido a popularização dos temas que envolvem a saúde emocional, como distúrbios psicológicos, síndrome de Burnout, dentre outras, as pessoas ainda não atribuem a devida importância aos transtornos mentais, seja pelo fato de que estão ligadas demais às suas obrigações ou por não acreditarem na seriedade deste assunto. 

Um dos grandes problemas é não conseguir se distanciar das obrigações e dos problemas e olhá-los de fora, como se fosse um observador para ver o que está errado e tentar mudar. Ao contrário disso, as pessoas se identificam com aquilo que as perturbam e se jogam de cabeça, sem procurar ajuda ou mudança e, só lá na frente, percebem as consequências destas atitudes impulsivas. 

Todos são ensinados a nunca olhar para trás e sempre persistir diante das dificuldades, permanecendo fortes aos desafios que a vida apresenta. A impressão que fica é que para sobreviver, é preciso ser como uma fortaleza impenetrável. Porém, ter um tempo livre, se cuidar e respirar fundo em meio às dificuldades é de extrema importância, aliás, é mais essencial do que persistir cegamente. 

Isto porque quando não desaceleramos, a saúde mental fica completamente prejudicada, podendo resultar em transtornos e hábitos de risco para a vida da pessoa de maneira ampla. Quando não se dá a devida atenção para os hábitos danosos, transtornos psicológicos começam a surgir, como a ansiedade e depressão e, só assim, as pessoas começam a tomar consciência da gravidade. 

Entretanto, o indicado é sempre prevenir do que esperar que os transtornos apareçam, visto que uma vez que eles surgem, é mais difícil tratá-los, a prevenção é mais ideal e saudável para a mente. Além disso, é nos momentos de tranquilidade e paz que se consegue coletar pensamentos e estipular planos de ação. Quando a pessoa se trata bem e se cuida, é possível ultrapassar qualquer problema. 

Os relacionamentos são mais positivos, os esforços profissionais são recompensados como deveria, os avanços nos estudos se alavancam e a própria pessoa consegue se valorizar mais. Contudo, é preciso desacelerar, ter dias tranquilos, com a mente em paz, sabendo seus limites e se colocando fora do caos que a rotina, muitas vezes, proporciona. 

Afinal, como cuidar da saúde mental? 

Muitas questões ficam em alta ao se tratar da saúde mental, pois as pessoas não sabem como resolver seus problemas, de que maneira podem se comportar frente a grandes expectativas, no trabalho ou nos estudos, além, é claro, de como proceder com a sobrecarga das redes sociais. Afinal, como aproveitar a vida e suas coisas boas? 

Antes de mais nada, é preciso separar um tempo longe das obrigações e compromissos. Ainda que estas etapas sejam essenciais para que todos alcancem seus objetivos maiores, é preciso estar com a saúde mental em dia para conseguir progredir.  Por isso, é necessário encontrar uma forma manejável e saudável de equilibrar todos os momentos da vida, juntando obrigatoriedade e tempo de descanso e lazer. 

A busca por esse equilíbrio pode levar tempo e diferentes tentativas, já que é difícil logo de primeira encontrar a fórmula perfeita para balancear os compromissos e cuidar da saúde mental. Todavia, depois de conseguir, se torna um hábito e, pouco a pouco, pode se tornar parte da lista de afazeres, mas sem ser uma obrigação propriamente dita, porém tão importante quanto.

sanidade-mental

Cuidando da saúde mental em prática 

Para colocar os cuidados com a saúde mental em prática, é preciso entender que não é errado cuidar de si mesmo, parar tudo que está fazendo, tirar um tempo e olhar para dentro de si, entendendo suas necessidades e particularidades. Os corpos e mentes estão completamente relacionados e o pleno funcionamento e saúde de ambos é o que ditará uma vida com qualidade e feliz. 

 O ideal é sempre que se sentir imerso em um longo projeto de trabalho ou em problemas familiares difíceis, tirar instantes para respirar e relaxar, longe do que causa estresse e exaustão mental. Se for necessário dar uma volta para organizar os pensamentos, faça o que for necessário para que volte a pendência quando estiver preparado para lidar com ela. 

A seguir, alguns cuidados primordiais com a saúde mental serão listados para que sejam colocados em prática no dia a dia. Acompanhe a seguir! 

Tenha felicidade além das redes sociais 

Antes de mais nada, é fundamental entender que a vida real vai muito além do que é visto nas redes sociais. O vício nas telas de celulares, computadores, tablets, etc., tem sido um grande problema, pois as pessoas se afundam e acham que suas vidas precisam estar de acordo com o que enxergam nas mídias sociais que nem sempre pregam a verdade. Por isso, saber ponderar o uso das redes sociais durante o dia é essencial para a saúde mental.

Além disso, a mente precisa desse descanso. Não é legal passar o dia inteiro vendo o Instagram perfeito de pessoas que você imagina que seja muito feliz e esquecer de você mesmo. Procure a sua felicidade também. Tenha alegrias e momentos bons além das redes sociais, pois, segundo estudos em instituições de saúde pública, o uso excessivo de mídias sociais prejudica diferentes setores da vida, inclusive o sono e medo. 

Sendo assim, o recomendado é ter momentos semanais para se desconectar de todas as redes sociais, abrindo mão do Instagram e de outros aplicativos. O ideal é deixar o celular longe o suficiente para que não tenha alcance, por exemplo, em outro cômodo da casa, para que seja possível focar em outras coisas que sejam realmente importantes.

Faça reflexões sobre a sua vida atual 

É comum que as pessoas tenham sonhos e fazem de tudo para conseguir transformá-los em realidade, então se esforçam, fazem sacrifícios e tentam ser a melhor pessoa para conseguir aproveitar esse desejo. Todavia, por se encontrar muito focado, as possíveis frustrações podem não ser muito bem administradas. 

Com isso, a culpa das coisas não darem certo atrapalham o progresso e torna a vida mais pesada e a jornada rumo ao sucesso mais lenta, já que mesmo cansado e mentalmente doente, as pessoas continuam firmes e não se dão um tempo de reflexão para ponderar o que realmente está valendo a pena ou não e se aquele sonho ao qual estão batalhando, de fato, é tão importante quanto pensam. 

Muitos conflitos se relacionam a viver uma falsa vida, espelhando desejos e expectativas com base na realidade de terceiros e, com isso, deixam a qualidade do presente para segundo plano para atingir um futuro incerto e, por vezes, conturbado. Por isso, é preciso refletir sobre a sua própria vida e se perguntar se o plano que está traçando é realmente o seu e ideal para você. 

Sempre que necessário, pare tudo que estiver fazendo, reflita sobre sua situação e sua vida. Questione sua felicidade ou se você realmente acredita pelo o que está lutando. Essa autoavaliação ajuda significativamente na tomada de decisões e direcionam aos reais interesses de cada um de forma saudável e mais feliz. 

Pratique meditação 

A meditação é uma prática excelente para se manter consciente, presente e calmo diante das pressões do cotidiano. Com a popularização da prática, existem meditações direcionadas para problemas específicos, por exemplo, para pensamentos ruins, para ansiedade e para falta de prosperidade. 

Com a cabeça silenciosa e quieta, é possível administrar com mais facilidade as situações do dia a dia com coerência e eficácia, além de deixar de lado as emoções negativas e focar no que importa no momento. O sono fica melhor e o tão desejado controle dos pensamentos é uma realidade presente, conseguindo separar o que é bom e o que é ruim. 

Assim, todas as atividades são realizadas de forma saudável e a mente possui tolerância para permanecer em locais estressantes por mais tempo sem sofrer grandes consequências. Isto porque a meditação forma como se fosse uma camada protetora em volta da mente de quem a pratica e, com isso, filtra o que irá penetrar ou não por lá. 

Faça exercícios com frequência 

A realização de exercícios físicos estimula a liberação de dopamina no organismo, sendo este, o hormônio da felicidade. Além da liberação deste hormônio, as atividades físicas servem como momentos de refúgio em meio a correria do cotidiano, já que quando se exercita, a mente fica focada apenas na respiração e nos movimentos realizados. 

Afinal, ao contrário disso, é possível fazer movimentos errados. Por isso, não dá tempo para pensar em nada, nem mesmo naquele problema que tanto está incomodando. A yoga é um grande exemplo disso, considerando que é uma atividade que retoma toda a atenção para o momento da prática.

Consulte um psicólogo 

Contar com a presença de um profissional qualificado e especializado para o cuidado da saúde mental é de extrema importância e indispensável para que consigamos, de fato, conseguir administrar as emoções em meio a todas as obrigações e correrias. 

O acompanhamento psicológico ajuda na descoberta detalhada sobre os traços de personalidade que nem sempre são de conhecimento da própria pessoa. Assim, há um esclarecimento e entendimento sobre si próprio e, a partir do conhecimento e reflexão, é possível traçar caminhos de melhora ao que incomoda e traz problemas. 

Consequentemente, o desempenho profissional pode ser melhorado, o amor próprio pode ser desenvolvido, bem como o fortalecimento de relacionamentos e muitos outros benefícios relacionados com a saúde emocional. Por isso, quando sentir que não está bem como antes ou que algo não está indo como você gostaria, procure ajuda profissional para auxiliá-lo a encontrar as causas do desconforto e realizar um tratamento adequado e eficaz. 


Felipe Laccelva

Psicólogo formado há mais de dez anos, fundador e CEO da Fepo. Fascinado pela Abordagem Centrada na Pessoa, que tem a empatia como eixo central para transformar o ser humano. Sempre buscou levar a psicologia para mais pessoas e dessa forma criar um mundo mais saudável e acolhedor.


Artigos relacionados

Como posso encontrar psicólogos em São Paulo?

psicologia

Como posso encontrar psicólogos em São Paulo?

leia mais...
Como posso cuidar da minha saúde emocional nessa pandemia?

psicologia

Como posso cuidar da minha saúde emocional nessa pandemia?

leia mais...
10 Dicas Especiais para Melhorar a Saúde Psicológica: O Foco no Autocuidado

psicologia

10 Dicas Especiais para Melhorar a Saúde Psicológica: O Foco no Autocuidado

leia mais...

Somos uma plataforma online que conecta você aos psicólogos qualificados

Sobre

  • Para empresas
  • Video institucional

Copyright © 2018 - 2022 Fepo Psicólogos Online - Todos os direitos reservados.