HomePsicólogosEmpresasPreçoBlogContato
Login
Como a depressão pode afetar a saúde bucal?

Como a depressão pode afetar a saúde bucal?

Problemas psicológicos como a depressão podem ter uma ligação direta com a saúde bucal e vice-versa. Isso porque, problemas com a saúde bucal fazem com que a pessoa mude completamente o seu estilo de vida. 

Em suma, esse novo estilo de vida pode implicar em descuidos com a higiene bucal, falta de alimentação adequada, e até mesmo falta de ingestão de água, ressecamento da boca, o que favorece o surgimento de cáries e gengivite. 

Tendo isso em mente, confira a seguir tudo o  que você precisa saber sobre a relação com a saúde mental com a saúde bucal e entenda a importância de manter as duas coisas de forma saudável, através de uma vida ativa e visitas ao psicólogo e à uma clínica de odontologia para consultas com o dentista. 

O que é e quais as características da depressão?

A depressão é uma das doenças mentais mais conhecidas e atualmente afeta muitas pessoas. Por esse motivo, a doença chegou até a ganhar a categoria de mal do século. 

Basicamente, pessoas que sofrem de depressão acabam com problemas no próprio cérebro e não conseguem mais liberar, de forma normal e natural, toxinas no cérebro responsáveis pelo prazer e pela felicidade, prazer ou equilibrar tais elementos químicos..

Justamente por isso, uma pessoa depressiva acaba levando a fama de estar sempre triste e por isso pode tomar algumas ações, como deixar de cuidar do próprio bem estar e realizar tarefas de rotina, como por exemplo, ir a uma clínica de dentista realizar consultas de rotina. 

Para entender um pouco melhor, leia adiante os principais sintomas dessa doença:

  • Irritabilidade ou inquietação;
  • Problemas de concentração;
  • Perda de interesse nas atividades do dia a dia;
  • Desamparo e desesperança;
  • Auto aversão;
  • Perda de energia;
  • Alterações no apetite ou no peso:;
  • Aparecimento de dores sem justificativa física;
  • Alterações do sono;
  • Descuido com o hábito higiênico e a aparência física.

A depressão, apesar de ser uma doença com sintomas bastante específicos, pode se apresentar em diferentes níveis e sem motivo aparente na vida de um indivíduo. Logo, se estiver se sentindo diferente psicologicamente, procure ajuda de um psicólogo. A terapia sempre será uma ferramenta pertinente no tratamento.

Como os efeitos da depressão afetam a saúde bucal?

Assim como já mencionado anteriormente, uma pessoa depressiva pode acabar deixando os cuidados com a saúde de lado em detrimento aos sentimentos e aflições como consequências dos problemas com as toxinas cerebrais. 

Dessa forma, é comum que pessoas com essa doença deixem de se alimentar, problema que além de afetar a saúde bucal pode afetar diversos outros órgãos gástricos.

Além disso, é muito comum que essas pessoas deixem de cuidar da higiene bucal e acabam desenvolvendo cáries e gengivite. 

Pessoas deprimidas e depressivas também tendem e podem se envolver facilmente com drogas e vício em álcool.

Todas as possíveis patologias bucais podem ser causadas pelo novo estilo de vida doente de uma pessoa depressiva, que por sua vez pode resultar em dores de dente e a necessidade de ir a um dentista 24h.

Como os dentistas podem ajudar pacientes com depressão?

O tratamento da depressão deve ser multidisciplinar, ou seja, além de acompanhamento com psicólogos, psiquiatras e médicos clínicos e especialista em diversas áreas do corpo, é necessário também fazer acompanhamento com dentistas para avaliações e acompanhamentos de possíveis doenças bucais que possam surgir. 

Dessa forma, é válido buscar por um dentista 24 horas para solicitar uma avaliação de forma que, o cuidado com a saúde bucal pode trazer um belo sorriso de volta, fator importante e simbólico para pessoas que sofrem com a depressão. 

Isso porque, com o agravamento de possíveis problemas bucais como as cáries que necessitam de um tratamento especializado de canal com um dentista de canal, pode levar a consequências graves como a queda ou extração dos dentes, bem como manchas nos dentes. 

Todos esses fatores também agravam a depressão uma vez que mexem com a autoestima do paciente. Assim, o tratamento adequado pode trazer de volta uma autoestima elevada e ajudar até mesmo a recuperação do controle sobre a saúde mental e ajudar a estabilizar a doença sem a necessidade de tantos remédios e medicações. 

Resumidamente, é possível afirmar que o acompanhamento odontológico se faz necessário e tem muito a beneficiar e agregar ao tratamento da depressão para que o paciente possa recuperar o prazer nas pequenas e grandes coisas, com um lindo sorriso para aprender a rir novamente, bem como a ter uma vida completa com muita qualidade.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.


Felipe Laccelva

Psicólogo formado há mais de dez anos, fundador e CEO da Fepo. Fascinado pela Abordagem Centrada na Pessoa, que tem a empatia como eixo central para transformar o ser humano. Sempre buscou levar a psicologia para mais pessoas e dessa forma criar um mundo mais saudável e acolhedor.


Artigos relacionados

Depressão: entenda o que é e quais são os principais sintomas

psicologia

Depressão: entenda o que é e quais são os principais sintomas

leia mais...
Como lidar com a depressão

psicologia

Como lidar com a depressão

leia mais...
Depressão tem cura? Saiba aqui

psicologia

Depressão tem cura? Saiba aqui

leia mais...

Somos uma plataforma online que conecta você aos psicólogos qualificados

Sobre

  • Para empresas
  • Video institucional

Copyright © 2018 - 2022 Fepo Psicólogos Online - Todos os direitos reservados.